05/11/07

O Terceiro Livro


Terminou o 18º FIBDA. Nele são normalmente apresentadas as últimas novidades e lançamentos no que toca a livros de (e sobre) Banda Desenhada.
Pois nós (eu e O Menino Triste), esperámos exactamente pelo final do Festival para efectuarmos o nosso anúncio, aqui, já que é este o Blog Oficial da personagem, não é?
Assim (tcham, tachan, tchan...), fica aqui oficialmente dito que o ano de 2008 verá o aparecimento do terceiro livro da série.
Por enquanto aqui revelamos, além do anúncio da publicação, o nome do livro: "A Essência". Ah, e também uma das vinhetas do livro (ao estilo de teaser).
Este relato pictórico/literário terá como pano de fundo a Arte, e mais não digo para já. Ao longo do tempo, e sempre que houver novidades sobre o livro, estaremos aqui a dar-vos mais alguns detalhes.

6 comentários:

ZarZanga disse...

ena páa, novidades!diz coisaS ,,,ou até amanhã se fores tetuliar,;)

Luís Graça disse...

Dá-lhe!

A tua foto em papel, mais o Gui e a Cris, entrou ontem para o meu álbum de fotos com capa de borboleta...

Gustavo Carreira (requiem) disse...

Olá,

passe no meu blogue e veja o "desafio" que lá lhe deixei...

Geraldes Lino disse...

Viva João Mascarenhas
A imagem que mostras como simples "teaser" e que dizes tratar-se de simples vinheta, está muitíssimo boa, e há melhoria no desenho da cabeça da personagem "menino triste". Cabeça essa que, já to disse pessoalmente - quando sou crítico, sou chato - é o pormenor menos bom da figura, e já agora, da obra, que, no conjunto, inclui pormenores de elevadíssima categoria, em especial nos cenários)

Geraldes Lino disse...

Em tempo: considero a imagem que apresentas neste "post" como hipótese digna de ser utilizada como capa. A concepção estética, com a imagem do "menino triste" encostado ao canto inferior direito, e as cores escolhidas, fazem-me imaginar uma estupenda capa.
Quanto ao tema: dado o teu fascínio pela obra de Hergé, será que vais aflorar, a ideia que Georges Remi esboçou na obra incompleta "Alph'Art"?

J.Mascarenhas disse...

Olá Lino:
Não! Desta vez não vou pelo caminho de Hergé. Desta vez vou mais para a área da epistemologia (enquanto teoria do conhecimento).
As influências, ou inspirações, são bastante diversas. Depois vou aqui colocando algumas dicas.
De qualquer das formas, fica registada a tua tentativa ;))
Um grande abraço.